quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Abaixo a vitaliciedade! Democracia vence a Tirania!

Hoje, 31 de janeiro de 2013 é um dia histórico para o SINTEPP e para toda a classe de trabalhadores em educação! 
A partir de acordo firmado entre Secretaria Municipal de Educação, prefeito João Salame e SINTEPP, conseguimos realizar o primeiro processo de escolha de Diretor de forma Democrática. A professora Áurea, Coordenadora pedagógica da escola Heloisa de Sousa Castro é a primeira diretora aclamada pelos próprios servidores.
A reunião aconteceu hoje a partir das 10:00 da manhã e por quase todos os votos dos servidores presentes, a professora Áurea foi consagrada como Diretora da escola Heloisa de Sousa Castro. Desejamos boa sorte a toda a equipe daquela escola e esperamos que agora a categoria compreenda que a decisão é nossa! Nós precisamos lutar para garantir a Eleição Direta.


Do Blog do Aurismar...

PAGAMENTO DO MÊS DE JANEIRO SAI QUINTA-FEIRA 31/01

Salame, secretários e sindicalistas, nesta quarta, na prefeitura.
Fonte Foto: Hiroshi Bogéa On line
"O servidor precisa honrar cada conquista que o sindicato luta para que 
ela ocorra porque é a sociedade quem paga por isso". (JS)

Aconteceu nesta quinta-feira, 30/01, mais uma reunião da Mesa de Negociação Permanente na qual estiveram presentes o prefeito, o vereador Pedro Souza, como líder do governo, secretário de educação Bressan, Secretário de Planejamento Ademir Martins, secretário de finanças Pedrinho, presidente do Ipasemar Karan, o procurador do município Alexandre e representantes dos três sindicatos: Sintepp, Sintesp e Servimar.
De início o prefeito fez um balanço dos seus trinta dias de governo, fazendo um levantamento do que foi pago. Segundo ele, "o balanço é extremamente positivo, devemos ter colocado nas mãos dos servidores algo em torno de 20 milhões de reais". Dentre as dívidas pagas ele citou:
  • vales alimentação dos meses de novembro e dezembro;
  • quitação da dívida com a previdência;
  • pagamento de janeiro para todos os servidores, inclusive o da educação a ser liberado dia 31/01 (hoje);
  • vale transportes e unimed.
"Vamos fechar o mês com todas as dívidas da prefeitura pagas. Reservamos 100 mil para a enchente e 1 milhão para investir em escolas, algumas que precisam ser concluídas, além de rapasses sindicais e institucionais que somam mais de 600 mil".

O vale-alimentação do mês de janeiro sairá somente dia 1º de março em função do pagamento dos dois meses pago neste mês de janeiro. Juntamente com esse vale de janeiro, sairá a primeira parcela dos vales atrasados, para a educação que possui quatro meses atrasados a parcela ficará em torno de R$ 27,00.  Isso foi acordado na reunião do dia 21/01. 
O Sintepp, na pessoa do seu coordenador Wendel Bezerra, chamou a atenção do prefeito para as questões decididas na mesa, que visam ajudar o município a sanear as suas contas e que não foram cumpridas. O prefeito mostrou-se bastante surpreso e disse desconhecer o descumprimento daquilo que foi decidido no colegiado que é a mesa de negociação. O prefeito ratificou ao secretário de educação que a suplementação de carga-horária foi uma decisão e tem que se executar de imediato. "combine duas coisas: chamar os concursados e fazer a suplementação, o que está decidido está decidido" disse ao secretário. Além disso, determinou que já amanhã a equipe da Semed, juntamente com o Sintepp, se reúna para elaborar o documento que vai reger o processo eleitoral  para diretor administrativo das escolas. "A eleição para diretor foi uma decisão minha ainda em campanha e disso não abro mão", concluiu. 
Algumas escolas municipais já realizarão o processo eleitoral para escolha de seu novo diretor a partir de hoje, quinta-feira. 
Com relação ao pagamento de dezembro, para a educação já amanhã será possível fazer um previsão de pagamento. É quando a prefeitura recebe nas contas do FUNDEB o repasse da União. Para as demais secretarias somente a partir de 18/02 é que se poderá fazer uma previsão. O prefeito ordenou ao secretario de administração dar início ao processo de elaboração para o próximo concurso da prefeitura suprir vagas em todas as áreas que haja carência de servidor. 

Sobre o pagamento de Dezembro,

Estamos aguardando a Complementação da União. O governo anunciou ontem na reunião da Mesa que não abre mão de pagar o salário de forma integral. Como proposta, aprovamos que o governo e o sindicato procurem o Ministério Público Estadual para homologar acordo extrajudicial para garantir o pagamento de Dezembro com recursos de 2013!
Independente de qualquer coisa, ficou claro que o objetivo não é pagar o mês de Dezembro de forma parcelada. A reunião de ontem teve o objetivo de procurar uma soluçao que seja boa para todos. 

Vale-alimentação,
 
Informamos que a categoria recebeu o Vale-alimentação de Janeiro e Fevereiro, portanto, só deveremos receber vale-alimentação de 2013 a partir de 01 de março de 2013.



Pagamento de janeiro já está na conta!

Conforme informado pelo blog oficial da categoria, pagamento já está na conta!




quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Transformação: É a chapa vencedora!


Professora Hildete e Michellote vencem eleição para a Coordenação do Campus Universitário do Sul e Sudeste do Pará. 
O resultado saiu agora pouco e a Chapa 02 (TRANSFORMAÇÃO) venceu com mais de 100 votos de diferença. 
O trabalho agora será dobrado, pois a chapa vencedora terá a missão de garantir a mudança de Campus de Marabá para Unifesspa - Universidade Federal do sul e Sudeste do Pará.

Parabéns a toda militância...

Caros filiados, a postagem abaixo é do blog do Hirosh!

Categoria: Sem categoria / quarta-feira, janeiro 30, 2013, 20:50
 
"No primeiro mês da gestão de João Salame,  completado nesta quinta-feira,  o município já repassou aos servidores mais de R$ 27 milhões.
Revelação foi do próprio prefeito em mais uma reunião com a Comissão Permanente de Negociação.
Durante encontro, ocorrido no final desta tarde, 30, foram detalhados os avanços  obtidos na sua gestão, até agora,  para sanar a situação dos servidores, que ficaram com várias pendências deixadas pelo governo passado.
Entre os problemas já resolvido:  pagamento do salário atrasado de novembro e duas parcelas do Visa Vale, também atrasadas, além da folha de janeiro.
Ficou definido como encaminhamento, após ampla discussão, que será revisto caso a caso o pagamento de gratificação (GTI) à quem tem jornada dupla, principalmente agentes de portarias e serviços gerais; iniciar a discussão para a eleição de diretores de escolas; rever a situação de professores que estão lotados na Biblioteca Pública e Casa do Professor com jornada de 200 horas/aula; e já começar a organizar a realização de um novo concurso para provimento de vagas, principalmente para compor o quadro de agentes de portaria e merendeiras.
Também foi colocado pelo prefeito que o pagamento do mês de dezembro para os professores vai depender do recurso suplementar do Fundeb, previsto para entrar na conta da prefeitura agora no final de janeiro ou início de fevereiro.
A folha soma R$ 7,760 milhões.
Em relação às demais secretarias, que somam R$ 9,7 milhões, o gestor diz que uma das possibilidades, dependendo do quando puder economizar, dentro da política de austeridade que vem adotando, é pagar os concursado, cuja folha é de R$ 4.759 milhões, e jogar os comissionados e contratados, que foram demitidos, com folha de R$ 4,2 milhões, para março.
“Essa é uma das possibilidades. A outra é parcelar esse pagamento. Vamos ver. Tudo depende do recurso que entrar. Eu quero resolver isso o mais rápido possível”,  sustenta Salame.
Segundo o prefeito, esse quadro só pode ser melhor visualizado depois do dia 15 de fevereiro, quando já é possível ter uma ideia da arrecadação do município. Ele observa que, mesmo contendo gastos, a máquina da prefeitura voltou a funcionar e isso gera altos custos. “A limpeza, a saúde e outras áreas essenciais,  não podem parar”.
Ficou agendada para o dia 18 de fevereiro uma nova reunião, já para dar novos encaminhamentos.
Agendou-se, também, para esta quinta-feira, 31, as 17 horas, uma reunião já para iniciar a discussão sobre a eleição dos diretores de escolas.
A Mesa de Negociação é composta pelos sindicatos dos Servidores da Saúde (Sintesp), Educação (Sintepp) e Servidores do Município (Servimmar), além de representantes do governo."
Salame, secretários e sindicalistas, nesta quarta, na prefeitura.
Salame, secretários e sindicalistas, nesta quarta, na prefeitura.

FUNDEB abaixo do previsto!

REPASSE DO FUNDEB ATÉ AGORA:

R$ 6.127.426,13 

Ainda não foi depositado a complementação da UNIÃO!

Só para refrescar a memória!

  ( POSTAGEM ANTIGA: DATA DE POSTAGEM: 21 DE JANEIRO DE 2013)

Até agora a previsão de pagamento continua a mesma!

Janeiro: até o dia 31 de janeiro (concursados)
Dezembro: até o dia 10 de fevereiro (concursados e contratados)
Essas datas dependem dos depósitos dos recursos do FUNDEB!


Assembleia Geral da Categoria!

Voltamos a lembrar que realizamos Assembleia Geral no dia 18 de janeiro. Hoje, dia 30 de janeiro de 2013, haverá mais uma rodada de negociações com o novo gestor. Compreendemos que a opinião da categoria já está ratificada pela Assembleia. Tão logo termine a reunião de hoje, vamos marcar nova Assembleia para que a categoria delibere sobre as propostas do Governo. Sem dinheiro no bolso é muito complicado ter paciência, mas esse não é um problema de poucos, é um problema de toda a nossa categoria. Portanto, deixamos claro que nossa paciência também tem limite! Estamos trabalhando a partir do que foi deliberado pela categoria. A partir do que for decidido hoje, uma nova Assembleia será convocada urgentemente para que mais uma vez a categoria decida os rumos de nossa luta. Esse compromisso nós firmamos com todos os nossos filiados, sabemos que há muitas pessoas em nossa base querendo responsabilizar a coordenação do SINTEPP pela sua própria inércia. Na maioria das vezes não é filiado e nem participa das Assembleias. Quando liga para o SINTEPP ou para a Coordenação, nega-se até a dizer o próprio nome!
O SINTEPP vai para a Mesa de Negociação, mas quem decide é a categoria, isso é o que nos isenta de eventuais erros. Uma prova disso, foi o canlendário da SEMED! Se o SINTEPP tivesse decidido aceitar a proposta do Governo, todos estariam culpando o sindicato. Mas como a decisão partiu da própria categoria, ninguém pode questionar nada!

A coordenação

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

O que está em jogo é a vida! A Lei não está acima da vida!

Caros filiados,

Categoria: Sem categoria / segunda-feira, janeiro 28, 2013, 13:48


João Salame autorizou, esta manhã, o pagamento dos salários de janeiro no valor de R$ 5.936.053,59 para todos os servidores, exceto a educação.
Do total pago hoje -,  R$ 3.700.000,00 é a folha da secretaria de Saúde. O restante  é destinado às demais secretarias.
Amanhã, 29,  cai na conta da galera.
O pagamento dos servidores da Educação será autorizado no dia 30,  quando entra a maior parte do recurso do Fundeb.
Em relação ao salário de dezembro dos professores, que o ex-prefeito Maurino Magalhães deixou em aberto, juntamente com o de novembro, quitado semana passada por Salame,  está sendo analisado.
Prefeito explica que “existe lei dizendo que  não posso usar Fundeb para despesas do ano anterior. Então, se isso realmente for bloqueado pela legislação,  terei que pagar o mês de dezembro dos professores com recursos próprios. Como não existe disponibilidade teremos que parcelar dezembro. Determinei ao departamento jurídico que analise tudo com cuidado”, explica Salame.
Seguindo planejamento traçado em 2 de janeiro, quando efetivamente assumiu a prefeitura, Salame está cumprindo a meta de quitar salários que estavam com ate três meses de atraso. “Enquanto não deixar todos os servidores tranquilos, com seus salários quitados, não terei sossego”, desabafa.
Para saber o que a prefeitura pagou até agora, em 26 dias de governo, clique neste link.

 A postagem acima contem informações que estão sendo negociadas na Mesa de Negociação. Quase tudo estaria correto, não fosse a informação de que não se pode usar os recursos de 2013 para pagar despesas do ano de 2012. Se esta informação fosse correta, a Prefeitura não estaria: 

1. Pagando os meses de novembro e dezembro dos servidores da saúde e administração; 
2. Não teria usado parte dos recursos do FUNDEB para pagar dívidas do IPASEMAR referente ao ano de 2012; e
3. Não teria pago o vale-alimentação dos servidores de todo o município. (tudo isso com recursos de 2013)

Portanto, o mesmo assessor jurídico que levantou esta dúvida, deveria ter feito o mesmo alguns dias atrás. Neste sentido, concordamos que os erros são justificáveis quando o objetivo é garantir que os servidores não passem fome. Não existe Lei acima do Direito Constitucional de alimentação e da vida... Esse é nosso parecer.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Por que o SINTEPP defendeu o calendário do dia 28 de janeiro e 04 de fevereiro!

  • Não haverá servidores contratados para iniciar as aulas a partir do dia 28 de janeiro;
  • Não haverá merenda escolar na maioria das escolas; 
  • Parte dos nossos servidores não conseguiram retornar para Marabá por falta de recurso.

Aos camaradas de apoio e contratados!

Até o momento não discutimos e não vamos aceitar discutir qualquer tentativa por parte do Governo de retirar direitos dos nossos servidores de apoio. A gratificação, como muitos alegavam, é pouca, porém é fruto de nossa luta e disso nós também não abrimos mão, caso haja alguma novidade em relação a este assunto, realizaremos Assembleia Geral para deliberar que medidas a categoria deverá tomar para evitar os cortes. 
Em relação aos contratados, fomos informados que o projeto de Lei para garantir as contratações ainda não foi enviado para a Câmara Municipal, portanto que está na espectativa de ser contratado, deverá esperar um pouco mais, pois os contratados só serão lotados a partir do dia 01 de fevereiro de 2013.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Caros filiados, 

Não estamos aqui para construir uma política do ódio. Nossa política sindical tem sido de lidar com as situações adversas e construir diálogos que possam viabilizar avanços para a nossa categoria. Portanto, queremos ratificar mais uma vez que já informamos aqui neste blog as datas de pagamento e em que pé estão todas as negociações. Na Assembleia do dia 18 de janeiro, os servidores presentes receberam todas as informações sobre as negociações realizadas no dia 07 e 14 de janeiro. Portanto, entrar no nosso blog e dizer que a Mesa de Negociação não tem importancia alguma, significa desconhecer o papel desta Mesa e os avanços que ela nos tem proporcionado. A negociação do pagamento de todos os servidores e do próprio vale-alimentação só foi possível graças a nossa negociação de forma colegiada na Mesa Permanente. Diante de tudo isso e considerando as determinações aprovadas na Assembleia Geral do dia 18, decidimos que não sentaremos mais em qualquer Mesa de Negociação, para discutir cortes visando economia com folha de pagamento. Avisamos ao Prefeito que todo tipo de corte seria precipitado e já conseguimos provar isso nos poucos dias em que estamos analisando a FOLHA DE PAGAMENTO. A política de redução das gratificações dos Diretores precisa ser discutida internamente pelo Prefeito, Secretaria de Educação e pelos próprios diretores interessados. 

    Não aceitamos discutir qualquer tipo de retrocesso nos avanços já conquistados por nossa categoria!

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Análise da FOLHA DE PAGAMENTO continua a todo o vapor!

O Conselho do FUNDEB, na pessoa dos nossos representantes Lucimar e Aurismar, continuam cumprindo a tarefa árdua de auditar a folha de pagamento de setembro, outubro, novembro e dezembro de 2012. Estamos felizes com os resultados alcançados até agora.
Vamos lutar para garantir que o Governo continue garantindo a transparência necessária para que a categoria tenha acesso a todos os dados sigilosos dos governos anteriores, mas principalmente, do próprio governo atual.
    

Já há recursos para começar a pagar a Educação!

A reunião do dia 23 foi cancelada e só acontecerá no dia 30 de janeiro. A falta de recursos do FUNDEB já não é mais problema. Conforme extrato da conta do FUNDEB, já há mais de R$ 8.400,000,00, ou seja, o suficiente para o pagamento da nossa folha. o compreendemos porque que algumas pessoas não sabem nada sobre a falta de recursos. O fato é simples, a gestão passada deixou as contas zeradas! Portanto, estamos aguardando exatamente os recursos do FUNDEB, que são depositados pelo Tesouro Nacional nos dias 10, 20 e 30 de todos os meses. Essas datas são referências, mas não significa que o recurso não possa cair em dias diferentes, exatamente como ocorreu agora no mês de janeiro. Esperamos que o montante de recursos continuem caindo na conta do FUNDEB nesta mesma proporção até o final do ano, pois assim, não teremos problemas para receber o nosso pagamento de dezembro de 2012 até o dia 10 de fevereiro.
Além de tudo isso, já deixamos claro ao Prefeito que não abrimos mão dos recursos próprios que devem ser obrigatoriamente gastos com educação. A Constituição Federal assegura no mínimo 25%.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

CONSELHEIROS DO FUNDEB INICIARAM ANÁLISE DA FOLHA


O conselho do Fundeb iniciou hoje a árdua missão de análise da folha de pagamento dos servidores da educação. A ideia era perseguida já há muito tempo pelo conselho, no entanto nunca houve abertura para isso. Em conversa com o prefeito na última reunião da mesa, o conselheiro Lucimar Tavares expôs a necessidade desse trabalho ser feito a fim de se sanar todas as dúvidas sobre lotação, pagamento de gratificações devidas e descobrir possíveis servidores "fantasmas", aqueles cujos nomes só aparecem na folha de pagamento, mas não consta em nenhuma lotação. Por conta disso, a folha esta sendo analisada junto com a lotação das escolas. 
No final do trabalho, que é presidido pela professora Cristina Arcanjo, o conselho deverá apresentar relatório ao gestor municipal. Participaram dos trabalhos hoje: professor Lucimar Tavares, professora Alda, professora Cristina e professor Aurismar. Estiveram presentes no período da manhã o professor Wendel Bezerra, coordenador geral do Sintepp de Marabá e a professora Jaceline, diretora do DEPEP. 

Pagamento de parte dos servidores já está na conta!

Saúde e Administração começaram a receber o pagamento, conforme acordado pela Mesa de Negociação Permanente.

Por outro lado, a tentativa da SEMED de garantir o pagamento dos 60% até o dia 22/01/2013 (ontem) acabou fracassando! 

Só queremos reforçar  para a categoria que o SINTEPP defendeu na Mesa de Negociação, que o nosso retorno só deveria acontecer no dia 28 de janeiro para a semana pedagógica e dia 04 de janeiro com os alunos. Queremos ratificar mais uma vez, que seguir o calendário atual foi uma decisão da categoria presente na Assembleia Geral do dia 18 de janeiro


terça-feira, 22 de janeiro de 2013

SINTEPP VAI GARANTIR A ELEIÇÃO PARA DIRETOR!

Apesar da oposição clara de alguns caciques do PT contra a Eleição de Diretores, o SINTEPP já deixou claro ao novo Prefeito que promessa é dívida! Portanto, não há que se falar ou discutir, a única opção para a SEMED agora é organizar a Eleição. Hoje o SINTEPP conta com uma bancada de Vereadores na Câmara e não abre mão dessa força política. Além disso, o SINTEPP tem sido visto pelo atual Prefeito como um adversário de respeito, que foi decisivo no processo eleitoral e que precisa ser respeitado. A categoria precisa aprender a conviver com isso, pois tem um sindicato forte e influente. Precisa aprender a usar isso a seu favor. 

Eleição para Diretor, Já! 

Eleição para diretor começa a criar problema!

Não adianta chorar, espernear, gritar ou acusar! Eleições diretas para Diretor, Já!


Até agora a previsão de pagamento continua a mesma!

Janeiro: até o dia 31 de janeiro (concursados)
Dezembro: até o dia 10 de fevereiro (concursados e contratados)

Essas datas dependem dos depósitos dos recursos do FUNDEB!

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Categoria lota Assembleia!

Servidores filiados presentes aprovaram a entrega de crachás para os nossos filiados. Com isso, descobrimos muitos metidos a revoluncionários que nunca foram filiados ao SINTEPP!

Situação das contas do FUNDEB e o anúncio de cortes pelo Governo deixou a categoria extremamente preocupada!


Assembleia Geral lotada e com a presença dos vereadores da educação!

Vereador Pedro Sousa e Toinha do PT


Vice Cristina e os Diretores Luiz Gonzaga e Balbina são os destaques da Assembleia!

domingo, 20 de janeiro de 2013

ASSEMBLEIA GERAL URGENTE!

SINTEPP deverá convocar ASSEMBLEIA GERAL urgente para que a categoria decida sobre a seguinte PAUTA: 

1. ELEIÇÃO DE DIRETORES; 

2. HORA-ATIVIDADE.

GOVERNO DÁ PRAZO DE 30 DIAS PARA GRUPO DE TRABALHO ORGANIZAR OS CRITÉRIOS DA ELEIÇÃO. A IDEIA É QUE A ELEIÇÃO ACONTEÇA ATÉ O FINAL DE JUNHO DE 2013!

Diretores declaram guerra ao SINTEPP!



Anônimo disse...

"A disputa entre os professores com formação específica e os pedagogos sempre existiu nas escolas. Entretanto, já vínhamos superando isso em muitas instituições que possuem o entendimento de que o trabalho coletivo supera, e muito, o individualismo. Infelizmente, esse revanchismo voltou à tona, graças aos últimos acontecimentos. NA REUNIÃO DO SINTEP, OUVI O SR WENDEL FALANDO EM TÁTICAS DE GUERRA. Talvez faça parte das estratégias de guerra do sindicato A PERSEGUIÇÃO QUE SE INSTALOU CONTRA OS PEDAGOGOS: "Vamos limitar para 3 o número de pedagogos por escolas, independentemente do número de alunos que elas atendem! Afinal, tem diretor e vice que nem pisam na escola!"
Ora, avaliem, tirem esses maus profissionais que ganham muito pelo pouco que trabalham. O mesmo vale para os maus professores, os maus secretários, os maus agentes de serviços gerais, os maus sindicalistas etc. Mas mudar toda a estrutura da escola por causa desse tipo de gente é burrice. Ainda mais em ano de Prova Brasil.."

Decidimos postar este comentário anônimo para que os nossos servidores compreendam o que acontece quando se tenta lutar contra a Vitaliciedade que se instalou a frente de nossos Escolas. Este anônimo agora se intitula PEDAGOGO. Veja que agora ele e outros que se encontram nas relações de cortes do atual prefeito finalmente lembraram que são PEDAGOGOS. Mas de quais PEDAGOGOS ELA ESTÁ FALANDO?! 

Dos milhares que estão na sala de aula, dos que estão frente de Coordenações e Orientações pedagógicas, ou dos que estão a frente da Direção das Escolas? 

Os que estão na sala de aula foram contemplados com 15% de GRATIFICAÇÃO DE REGÊNCIA! 

Os Coordenadores e |Orientadores passarão a ter mais poder de decisão nas escolas e uma gratificação de 15% pela função de Coordenação e Orientação!

Portanto, caros filiados, perguntamos mais uma vez?!  De quais PEDAGOGOS estes anônimos estão realmente falando?! 

Existe alguma diferença entre o PEDAGOGO que está na sala de aula, os coordenadores e orientadores e os PEDAGOGOS QUE ESTÃO NA FUNÇÃO DE DIREÇÃO DAS ESCOLAS? 


A única coisa que o SINTEPP quer é a Eleição Direta para a Escolha dos Diretores, se pra isso o atual gestor defende que é preciso reduzir os gastos com o pagamento de gratificações, não podemos nos opor, desde que estes cortes não ocorram com os nossos PEDAGOGOS que estão todo o dia garantido o Ensino e o fazer pedagógico de nossas escolas

A Eleição vai garantir: 

1. Economia para o pagamento do nosso Piso Nacional, intertício de 5% e manuntenção de nossa Especialização, que hoje é de 25%; 

2. O fim da ingerência política de políticos nas escolas, que na maioria das vezes, indicam pessoas totalmente despreparadas; 

3. A garantia de uma Educação Pública e de Qualidade Social, garantindo uma gestão realmente DEMOCRÁTICA e com a participação de todos os servidores da escola. 

Somente a eleição vai garantir Diretores que realmente respeitem seus colegas de trabalho, garantindo assim um ambiente adequado para o ensino aprendizagem.


sábado, 19 de janeiro de 2013

Pagamento no dia 22 é o ideal!

Pagamento pode sair até o dia 22 de janeiro! 

Não tem nada garantido, mas estamos correndo para garantir!

Todos on line!

Camaradas de Belém e de outras localidades, estamos on line! Qualquer dúvida é só perguntar!

Cortes serão feitos na própria carne!

Segundo prefeito, o saneamento da folha de pagamento deverá ser feito na própria carne. Exatamente por isso, foram anunciadas as seguintes medidas: 

1. Corte de 20% no salário do Prefeito, Vice, Secretários e cargos comissionados; 

2. Fim do Vale-alimentação para Prefeito, Vice, Secretários, cargos comissionados e Servidores contratados;
  
3. Redução das Gratificações de diretores de unidade escolar dos atuais 30, 40, 50 e 60 para 20%; 

4. Fim da função de Vice-Diretor de unidade escolar; 

Essas foram as principais mudanças apresentadas na Mesa Permanente de Negociação

Servidores presentes na Assembleia aprovaram o seguinte: 

1. Só aceitam discutir REDUÇÕES após uma AUDITORIA nas CONTAS e FOLHA DE PAGAMENTO; 

2. Caso seja necessário fazer cortes, os Diretores e Vices Presentes apresentaram a seguinte proposta para as novas gratificações: 

Escolas de: 

Micro porte: 15% 
Pequeno Porte: 25% 
Médio Porte: 35% 
Grande Porte: 40%

3. Os diretores e vices presentes também defenderam a permanência da função de Vice-diretor.

Tudo foi aprovado em Assembleia da categoria!

Calendário de 2013!

Caros filiados, 

Não está fácil responder de forma concreta. O SINTEPP defendeu na Mesa de negociação a proposta de começar dia 28 a semana pedagógica e dia 04  de fevereiro, o início com os alunos. Porém, a categoria compreendeu em Assembleia que a melhor opção é iniciar no dia 21 de janeiro a Semana Pedagógica e no dia 28 o início com os alunos.

Portanto, caso haja alguma mudança, a mesma deverá partir da SEMED! 

Semana pedagógica: 21/01/2013
Início das aulas: 28/01/2013
(Aprovado pela Assembleia da Categoria no dia 18/01/2013)

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

REUNIÃO COM O BANCO DO BRASIL


Em reunião hoje pela manhã com o superintendente da Regional do Banco do Brasil e o gerente da agência da Nova Marabá, as coordenações dos três sindicatos,  Sintepp, Sintesp e Servimar, buscaram solução para o caso dos servidores que estão com parcelas de empréstimos atrasadas. Segundo nos garantiu os representantes do banco, todo esforço está sendo feito para viabilizar o sistema para não ser descontadas as duas parcelas em atraso. Logo mais postaremos maiores informações. 



A categoria é que decide!

Caros filiados, 

Estamos todos surpresos com esta campanha de fofoca instalada nos corredores dos órgãos da Secretaria de Educação e em algumas escolas da nossa rede. 
As reuniões que aconteceram até agora com o gestor municipal, foram reuniões da Mesa de Negociação Permante. As discussões travadas nas reuniões foram todas no sentido de valorizar os nossos servidores concursados como professor e os demais trabalhadores em educação. O SINTEPP, diferente do que alegam os falseadores de plantão, está tentando evitar que a nossa base  (que não tem portaria com gratificações) seja prejudica  com propostas PRECIPITADAS DE CORTES
Nós estamos nos posicionando contra os cortes e estamos tentando minimizar qualquer tipo de prejuizo, caso isso ocorra. Todas as propostas apresentadas até agora como certo, precisam ser discutidas com a categoria. Exatamente por isso marcamos a ASSEMBLEIA PARA O DIA 18/01/2013(HOJE) para que a categoria tivesse o direito de opinar. Por isso, caros servidores, não conseguimos compreender o porquê de tanto alvoroço! Volto a repetir: ESTE SINDICATO É DEMOCRÁTICO! A CATEGORIA É QUE DEVE DECIDIR!

Todas a propostas e pontos discutidos serão apresentados na ASSEMBLEIA!

CALENDÁRIO DAS REUNIÕES DA MESA DE NEGOCIAÇÃO PERMANENTE

07/01/2013

14/01/2013

21/01/2013

30/01/2013

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

ATENÇÃO: DUAS MUDANÇAS IMPORTANTES NA NEGOCIAÇÃO DE ONTEM

CALENDÁRIO LETIVO: A secretaria de educação informou que não é possível manter com relação ao calendário a proposta feita pelo Sintepp ontem, de iniciar as aulas dia 04/02, ficando mantido o que havia sido decidido antes:

  • RETORNO DO PROFESSOR: 21/01, para planejamento.
  • RETORNO DOS ALUNOS: 28/01, para início das aulas.
A secretaria de educação juntamente com o secretário de administração estão fazendo agora uma força tarefa com a intenção de viabilizar o pagamento do pessoal dos 60% até o início das aulas. No entanto, essa proposta de pagamento precisa de aprovação do prefeito.

ESTUDOS AMAZÔNICOS: ontem, na mesa de negociação, o Sintepp tinha a informação de que a maioria dos professores de Estudos Amazônicos eram contratados. Porém, ao analisarmos, hoje, esse caso vimos que não é isso o que ocorre. Na verdade, a maioria dos professores novos concursados de história e geografia tem a maior parte de sua carga-horária nessa disciplina. Com isso, caso fosse extinta como proposta na mesa ontem, esse profissional seria prejudicado. Por conta disso o Sintepp, de imediato, entrou em contato com a secretaria, negociou e alterou a proposta. O que vale agora: 

  • a disciplina Estudos Amazônicos terá a CH de 10 horas mensais em todas as turmas de 5ª a 8ª séries.

ASSUNTOS POLÊMICOS

CAROS FILIADOS,

Compreendemos a angústia de todos. Mas queremos deixar claro que estamos numa luta intensa para impedir que a nossa base tenha prejuízos. Até agora direitos como: 25% da especialização, 15% de regência de classe, 5% do intertício da avaliação, estão assegurados. Isso diz respeito a vida de 90% dos nossos servidores.  Não abrimos mão dessas conquistas, qualquer outro assunto pode ser negociado, mas os mais de 50% de valorização que conseguimos no ano passado, nós não abrimos mão! 
O Governo está propondo cortes. O SINTEPP compreende que são cortes equivocados. Por outro lado, o governo nos convidou a AUDITAR A FOLHA DE PAGAMENTO para levantar as fraudes que já estão sendo detectadas pelo sindicato. Acreditamos que há de tudo: Professores fantasmas, carga horária fantasma, excesso de contratados e mais um monte de maracutaia.
Estamos cientes que vamos avançar nas negociações! Caso contrário, vamos à luta, camaradas!

Contamos com a presença de todos em nossa Assembleia! 
A categoria precisa ratificar as negociações, caso contrário, não vamos nos furtar de fazer o enfrentamento. 

A Coordenação 

NOVA MUDANÇ NO CALENDÁRIO LETIVO MUNICIPAL

Devido o pagamento do servidor da educação sair apenas no final do mês, o sindicato negociou com a secretaria a alteração do início das aulas. Ficando da seguinte forma:
  • 21/01: retorno dos professores para planejamento.
  • 28/02: início das aulas (retorno dos alunos) 
Caros filiados, houve um equívoco em relação ao calendário. A data de 28 de janeiro e 04 de fevereiro são propostas do SINTEPP, porém a SEMED deixou claro que a proposta do SINTEPP vai representar uma reposição no calendário. Diante deste fato, dialogamos com a Secretaria Adjunta e a mesma adiantou que o pagamento dos servidores lotados nos 60% poderá sair antes do dia 28 de janeiro. Neste sentido, decidimos recuar na nossa proposta até que a nossa categoria decida em Assembleia.

RODADA DE NEGOCIAÇÃO HOJE ENTRE PREFEITO, SEMED E SINTEPP - MUDANÇAS RADICAIS NA EDUCAÇÃO

Floripes e Salame - a ordem é vencer as diferenças
 para fazer  o projeto de governo funcionar.

Em nova rodada de negociação entre o governo municipal e representantes das categorias de servidores (Sintepp, Sintesp e Servimar) ficou acordado o seguinte para esse ano:

  1. VALE ALIMENTAÇÃO: só terá direito a esse benefício o servidor concursado, exceto o gari. Pessoal contratado ou nomeado em cargo gratificado por portaria, não recebe. A partir do próximo mês, o vale-alimentação virá acrescido de um valor em torno de R$    42,00, correspondente ao parcelamento dos 6 meses que ficam do ano de 2012 (essa dívida será paga em 24 vezes).
  2. LOTAÇÃO: o professor regente poderá ter carga-horária suplementar de até 80 horas aula, ficando com no máximo 280 horas nos três turnos (só para o professor do ensino fundamental maior que tiver vínculo apenas com o município);
  3. CARGA HORÁRIA POR DISCIPLINA: fica alterada a carga horária das disciplinas de inglês nas turmas de 5ª e 6ª séries que era de 15 horas mensais, reduz-se para 10 horas (só ai haverá uma economia de mais de 50 mil reais mês);
  4. MUDANÇA NA GRADE CURRICULAR: Fica extinta a disciplina de Estudos Amazônicos, devendo haver adequação curricular das matérias de história e geografia (esse item ainda não foi fechado, pois a secretária de educação deve ver a composição curricular do município para ver se com essa alteração fica mantida a oferta dos componentes diversificados); Avanços nas negociações: O SINTEPP E SEMED entram em acordo. Não haverá extinção de Estudos Amazônicos! haverá apenas uma redução na carga horária. Nas turmas de 15 horas, passará a ter apenas 10 horas. A SEMED prometeu compensar esta redução aumentando  acarga horária de Geografia. 
  5. PCCR: deve ser alterada as gratificações de mestre e doutor, hoje são de 100% para o professor mestre e 150% para o professor doutor ( para os procuradores da PROGEM esses percentuais são de 70% e 100% respectivamente), a proposta do governo em acordo com os representantes é que fique para todos os profissionais com essas qualificações 50% para o mestre e 75% para o doutor (quem já possui as atuais gratificações não perdem, é direito adquirido).
  6. DIREÇÃO DE ESCOLA: estingue-se o cargo de vice-diretor (que hoje recebe 40% de gratificação) e cria-se os cargos de diretor pedagógico (o atual coordenador pedagógico) e diretor educacional  (o atual orientador pedagógico) e diretor administrativo, esses dois cargos terão portarias e deverão assinar documentos na ausência do diretor administrativo.
  7. GRATIFICAÇÕES: o diretor administrativo (o atual diretor  que hoje recebe até 60% de gratificação) será escolhido pelo processo eleitoral (a ser regulamentado em um mês por uma equipe instituída pelo gestor municipal), gratificação 20%; o diretor pedagógico terá gratificação de 15%, o diretor educacional terá gratificação de 15%. 
  8. COMISSÃO: Hoje, quem participa de qualquer comissão ganha 100% em cima do salário base, com a mudança essa gratificação fica de 60% até 100%.
  9. HORA-AULA: A hora-aula municipal voltará a ser de 45 minutos como era antes e não de 50 minutos como atualmente funciona.
  10. TURNOS: os turnos de aula do fundamental deverão ser de 4 horas, ficando assim decidido: manhã, das 8 às 12 horas; tarde, das 14 às 18 horas.
Todas essas mudanças visam enxugar a folha, são medidas emergenciais que serão revistas assim que o município restituir a sua saúde financeira, garante o gestor municipal. O prefeito deverá apresentar na próxima sessão da Câmara Municipal projeto de lei que regulamente essas alterações.   
O prefeito deverá realizar reunião com o secretário de saúde, Nagib Mutran Neto, e sintesp para discutirem as mudanças a serem implementadas naquela secretaria.

SINTEPP negocia e calendário letivo é prorrogado novamente!

Atenção! 
Calendário letivo de 2013  foi prorrogado

Início da semana pedagógica: 21 de janeiro de 2013.
Início das aulas: 28 de fevereiro de 2013.

INFORME FOI RETIFICADO ÀS 15:15 (17/01/2013)

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Vale alimentação já foi depositado!

Vale alimentação já foi depositado!
Cai até Sexta-feira!

Contribuição Sindical é IMPOSTO ANUAL!

Com relação ao desconto que aparece no contra-cheque como contribuição sindical. Esse é o Imposto Sindical, não é a contribuição paga pelo servidor filiado que corresponde a 2% dos vencimentos do servidor. 
A Contribuição Sindical está Regulamentada pela Lei Federal LEI No 6.386, DE 9 DE DEZEMBRO DE 1976. Que em seu artigo 580 e desdobramentos diz:

"Art. 580. A contribuição sindical será recolhida, de uma só vez, anualmente, e consistirá:

I - Na importância correspondente à remuneração de um dia de trabalho, para os empregados, qualquer que seja a forma da referida remuneração;"

A lei é Federal, não é criação nossa, nem nunca pedimos esse desconto. Só que como não pedimos, uma instituição superior a nossa fez o pedido e iria para essa instituição, sendo assim, exigimos que nos fosse repassado. Parte desse imposto vai para a estadual fica com a nossa subsede apenas 40% (caso haja acordo com o SINTEPP ESTADUAL que é quem vai receber o IMPOSTO) de tudo o que é descontado. O nosso coordenador de assuntos jurídicos estará esclarecendo melhor esse tema na assembleia do dia 18/01, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, às 15 horas. O imposto é recolhido de todos, filiados ou não.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

CONSELHO DO FUNDEB PRETENDE ANALISAR NOME POR NOME A FOLHA DE PAGAMENTO DA EDUCAÇÃO

HEIDE PATRÍCIA e LUCIMAR TAVARES
Os coordenadores do Sintepp e Conselheiros do Fundeb, professor Lucimar Tavares e professor Aurismar Queiroz, estiveram hoje (15) em reunião com a nova equipe do DECOF na Semed a fim de esclarecer algumas dúvidas da nova equipe sobre folha de pagamento e recursos do FUNDEB. Na ocasião o professor Lucimar ressaltou a importância e urgência de ser feita uma análise detalhada das folhas analíticas de pagamentos do último quadrimestre. "É possível que haja um inchaço proposital dessas folhas para encobrir gastos, temos que olhar nome por nome que os erros aparecerão", disse o conselheiro Lucimar. 
O Conselho tem acesso ao que foi pago em folha de forma sintética, são mostrados valores totais, por exemplo, em outubro aparece um valor de R$ 2.749.441,77 pagos a 2223 servidor de apoio, agora quem são esses e onde estão lotados, é o que o conselho quer saber, no entanto essas informações sempre foram guardadas a sete chaves. 
Analisar toda a folha de um mês, nome a nome, é um trabalho hercúleo, todavia, alguém tem que fazer. Os dois conselheiros se propuseram a isso e vão solicitar, amanhã (16) autorização da secretária Floripes. 

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

CAI O PRIMEIRO SECRETÁRIO DO GOVERNO JOÃO SALAME:Gastrite nervosa!


Gastrite nervosa, foi essa a desculpa para o afastamento do SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO, Luiz Bressan, em seu lugar assumiu a sua Assessora Florípedes. Essa afirmação foi confirmada hoje pelo próprio Prefeito, pois o mesmo apresentou a nova Secretária durante reunião da Mesa de Negociação Permanente. Tentaram justificar que o Bressan só estava licenciado, mas se isso realmente tivesse acontecido, fica a seguinte pergunta: Por que a Secretária Adjunta não assumiu a Secretaria na ausência do Gestor licenciado?!

REUNIÃO DA MESA DE NGOCIAÇÃO

Em mais uma rodada da Mesa Permanente de Negociação a impressão que se tem é de que estamos atolado em plena Transamazônica com um Uno Mile sem nenhuma chance de sairmos do atoleiro. "A máquina está em agonia" disse o prefeito para início de conversa. "Estamos trabalhando em uma terra arrasada e a cada dia a gente desenterra um cadáver, alguns que eu gostaria de deixar bem enterrado", desabafou metaforicamente o prefeito ao se referir a situação desastrosa na qual se encontra a Prefeitura Municipal de Marabá.
No entanto, mesmo em meio a tanto arraso, o prefeito fez um balanço do que conseguiu quitar na semana que passou. "Assinei o meu primeiro cheque enquanto prefeito, paguei os seguintes débitos":
  • Vale Transporte de novembro (o primeiro cheque);
  • Dívida com a casa do estudante, 24 mil reais.
  • Conta telefônica, apenas os fixos;
  • Renegociação da conta com a Rede Celpa, que chegava aos 3 milhões de reais;
  • Correio, importante para arrecadação;
Além desses pagamentos o prefeito falou também sobre algumas medidas tomadas por ele com o intuito de economizar:

  • Dos 140 assessores só no gabinete, estou apenas com 7;
  • Em algumas secretarias nomeei apenas o secretário;
  • Corte de GTI (gratificação por tempo integral) para o mês de janeiro.
  • Hora-extra só em casos excepcionais;
  • Carro e combustível é por conta do secretário.
Em seguida fez uma avaliação de cada setor, falando sobre a receita e as dívidas e os problemas.

EDUCAÇÃO
  • Há na rede mais de 100 escolas alugadas e quase todas com mais de 3 meses atrasados;
  • Com todo o recurso previsto para entrar até o dia 30/01, pagando o mês de dezembro, janeiro e vale -alimentação, fica um déficit de 1,3 milhões, para isso usando o FUNDEB mais os recursos próprios;
SAÚDE

Na saúde, segundo ele, o rombo é maior, pois há um débito que chega aos 18 milhões é há em caixa apenas 7,5 milhões. 

DEMAIS SECRETARIAS
Para sanar as dívidas dos meses de novembro e janeiro das outras secretarias, a prefeitura precisaria de mais 1,4 milhões. 

Diante desse quadro tenebroso, a prefeitura soma uma dívida com os servidores avaliados em mais de 50 milhões de reais. Salame informou que está negociando com o Banco do Brasil um empréstimo para quitar toda essa dívida. O banco dará a resposta ainda essa semana. Segundo ele, se isso acontecer, será possível pagar todo o vale-alimentação e os salários atrasados, tudo de uma vez. Durante a reunião, o prefeito recebeu diretores da Caixa Econômica para fazer a mesma negociação. Fez o pedido de ajuda ainda na mesa antes de sair para reunião. 

Com relação a negociação ficou assim definido:
  • Quarta-feira, 16/01: liberação de dois vale-alimentação, referentes aos meses de novembro (para todos os servidores) e dezembro (apenas para os concursados).
  • 22/01: pagamento do mês de novembro de 2012 (como os servidores da educação já receberam novembro, nesse dia não haverá pagamento para a educação).
  • 31/01: pagamento do mês de janeiro para todas as secretarias, inclusive a educação (se nessa data houver recursos suficientes será pago também o mês de dezembro).
Os demais vales atrasados seguem as seguintes tentativas de negociação:

  • convênios com os supermercados, que não deram a resposta hoje como prometido;
  • o Banco do Brasil liberar o empréstimo para a prefeitura, então serão pagos todos;
  • pagar parceladamente junto com os que forem vencendo.
Companheiros, sabemos o quanto essa decisão não deve agradar aos companheiros da educação que não receberão pagamento no dia 22 como os demais servidores, mas não há outro jeito, até agora entrou pouco mais de 1,25 milhão nas contas da prefeitura referente ao FUNDEB, isso é quase nada uma vez que a folha ultrapassa os 7,5 milhões. A próxima reunião será dia 21/01, segunda-feira próxima.