domingo, 27 de maio de 2018

CATEGORIAS DO MUNICÍPIO DE MARABÁ PREPARAM PARALISAÇÃO UNIFICADA!

   


    Os Representantes das Entidades Sindicais, Sintepp, Servimar, Sintesp e SindGuardas reunirão amanhã, 28/05 para encaminhar a Assembleia Unificada que ocorrerá esta semana com diversas categorias do município de Marabá, tendo em vista que na última reunião o Governo não apresentou nenhuma proposta de reajuste salarial para nenhuma categoria.

    Há uma defasagem salarial com perdas reais nos salários e no Visa Alimentação que necessita urgentemente também de reajuste referente aos últimos 3 anos. 

    A Saúde e as demais categorias também não receberam reajuste salarial, Educação sofreu um corte nos salários dos concursados e contratados com a mudança de cálculo e retirada do nível superior e gratificação de regência e os guardas aguardam há anos suas promoções travadas na carreira.

    O Governo Sebastião Miranda (PTB) até o momento não apresentou nenhuma proposição de reajuste e novos enquadramentos que estão a cada mês aumentando e gerando um volume de retroativo brutal. Em contrapartida, o servidor está sem poder de compra, sem reajuste, com a margem no banco negativada e com os salários reduzidos.

    Outra questão pertinente, é que o o atual governo tenta iludir a população, uma vez que vem atuando nos pagamentos em dias e na antecipação dos 50% do décimo, mas sabemos que isso é possível fazer. Por conta da realocação dos recursos de janeiro a junho, separando décimo e férias. Não é nenhuma bondade, mas sim obrigatoriedade com a aplicação dos recursos públicos.

   Com a insatisfação geral nas categorias, além de organizarem assembleia unificada para preparar a paralisação das atividades no município de marabá, os representantes ainda reunirão o Fórum de Lutas das Entidades às 17:30 na Unifesspa, para tratar do movimento de solidariedade aos caminhoneiros. Amanhã, será informado em convocatória, o local e hora da assembleia unificada.

    A COORDENAÇÃO

sábado, 26 de maio de 2018

TEMOS VAGAS!



  O Sintepp, subsede Marabá abriu 2 (duas) vagas para Auxiliar de Serviços Gerais para desenvolver as atividades laborais na Sede Campestre, no núcleo São Félix. Os interessados devem entregar o currículo na Sede Social, na Avenida 07 de Junho, 1313, em frente ao Restaurante do Izaque Baiano nos dias 28 e 29/05. Após o processo de seleção e entrevista, a contratação será imediata.


A COORDENAÇÃO


quinta-feira, 24 de maio de 2018

NUNCA É DEMAIS REVERMOS ESSE MOMENTO

23/05/2017 
As ações da coordenação do Sintepp em Marabá demonstra que a nossa luta não terminou com essa humilhação a qual toda a categoria foi submetida. Os gritos, os empurrões, os socos, o cheiro ardido e sufocante do spray de pimenta ainda são sentidos por que estiveram nessa arena, que deveria ser a casa do povo. 
Estamos decididos a lutar até as últimas instâncias para reavermos o que nos foi surrupiado por aqueles 17 "representantes do povo". Sabemos que os embrolhos de marcar e desmarcar reuniões faz parte da tática dos governos. São tentativas de nos fazer desistir. Pensam que podem nos vencer pelo cansaço. 
Pois que fique o recado: se não nós venceram na truculência, não nos vencerão com golpes rasteiros.  
O GRITO DE NÃO VAI TER SESSÃO!



DIA 08/08/2017 - CMM Coord. Everaldo na Tribuna

terça-feira, 22 de maio de 2018

INFORMES - ASSEMBLEIA DA REDE MUNICIPAL


A Coordenação do Sintepp, Subsede de Marabá, informa a todos que a assembleia geral da Rede Municipal de Ensino, que estava prevista para acontecer na próxima quarta-feira, dia 23/05, será adiada para quinta-feira, dia 24/05, em local e horário a definir. 
O adiamento se dá pelo fato da prefeitura haver agendado uma reunião entre o Secretário Municipal de Planejamento, senhor Karan el Hajar, e os três sindicatos representativos dos servidores públicos municipais (Sintepp, Sintesp e Servimar) para amanhã, quarta-feira (23). 
Nessa reunião serão debatidos os pontos de pautas que apresentamos na última reunião de abril, conforme divulgamos em postagem anterior (clic para ver postagem). Acreditamos que após essa reunião teremos novas informações para apresentarmos aos companheiros. 
Dessa forma, pedimos que fiquem atentos para não perderem essa assembleia, durante a qual estaremos também fazendo menção de  protesto pela passagem de um ano do desmanche do nosso PCCR.

REFORMA DO CAMPO E DAS PISCINAS


terça-feira, 15 de maio de 2018

A GREVE CONTINUA!


CAMINHADA: GREVE DA REDE ESTADUAL







    Amanhã, 17/05 ocorrerá o Ato Público da Greve da Rede Estadual com grande caminhada até o Ministério Público de pais, mães, estudantes, professores, trabalhadores do apoio e toda a comunidade escolar das escolas da rede estadual de Marabá, que não aguentam mais as condições de estudo e trabalho nos estabelecimentos de ensino. 

      Nos últimos dias, vários estudantes começaram a se mobilizar para reivindicar melhores escolas e estrutura digna, além de reivindicarem a Eleição Direta nas Escolas, tendo em vista que as atitudes antidemocráticas tem prejudicado o andamento de várias ações nas escolas.

       Nesse sentido, a greve segue forte, porque o Governo Jatene se nega a apresentar um pauta de negociação concreta para melhorar os investimentos na educação e na valorização profissional.

       A bem da verdade, O Governo atual faz vista grossa para a situação precária das estruturas escolares arcaicas sem merenda e segurança pública, por isso o movimento tende todos os dias a crescer, uma vez que vários municípios aderiram ao movimento grevista. A Regional Sudeste do Pará já conta com 9 municípios paralisados. 

         Nesse sentido, convidamos todos os indignados com o descaso na Educação Pública a participarem desta caminhada, amanhã às 8:00h em frente a 4ª URE!

A COORDENAÇÃO

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Carta Aberta: Greve da Rede Estadual



     Nos últimos anos a falta de investimentos na Educação tem piorado de vez, no entanto na maioria dos casos, sempre quando comparamos os índices de investimentos das estruturas escolares, encontramos algumas vezes, casos pontuais nas escolas, por exemplo: algumas lutam por climatização, porém outras já conseguiram a climatização e estão lutando pelo funcionamento do laboratório de informática.

       Pois bem, agora imagine a Escola Pequeno Príncipe (Anexo), onde falta todas condições mínimas para funcionar do jeito que está:  sem merenda, água adequada, banheiro suficiente, ventilador e espaço para andar, mas mantém a melhor pontuação nas estatísticas oficiais para o governo.

       Ainda temos a pauta salarial dos professores,que até hoje o Governo Jatene não pagou o reajuste e já deve 3 anos aos professores, que já estão com perdas salariais altíssimas.

       Por estes motivos e outros, os servidores públicos paralisaram suas atividades e exigem condições dignas de trabalho e estudo.

AGENDA:

14/05 - Ato Público em frente a Ure/Cidade Nova às 8:30 e Assembleia Geral na Escola Mendonça às 17h.

15/05 - Ato Público em Frente ao Ministério Público/ Cidade Nova e Câmara dos Vereadores.

A COORDENAÇÃO